A qualidade que importa e faz a diferença! Pelo Profº Celso Calazans - NetSeg

A qualidade que importa e faz a diferença! Pelo Profº Celso Calazans

Tendências | 2016-01-11

Temos assistido várias cenas de crimes registradas pelas câmeras de segurança nas reportagens das emissoras de televisão onde alguns repórteres chegam a comentar que mesmo com as câmeras os ladrões não se intimidaram, só deixando claro que as câmeras de segurança não impedem, mas inibem e auxiliam na elucidação dos crimes, mas o que resolve mesmo são: leis mais duras e condenação mais pesada aos criminosos e não um simples sistema de câmeras que irá resolver problemas não resolvidos por algumas  autoridades deste pais. O que nos chama a atenção é que em muitos casos as câmeras são de baixa qualidade, quase não identificam alguém ou as características são uma lástima. Ou seja, você tem um sistema de CFTV que e no momento que mais necessita, não atinge o objetivo que é de identificar! As câmeras devem obedecer ao princípio de ver, reconhecer e identificar, sem isto fica impraticável ter um bom sistema de CFTV. A linha de produtos IP’s, por exemplo, têm nos apresentado várias soluções em HD e FHD, além do quesito posicionamento das câmeras, seguir as características do equipamento, não fazer as famosas “gambiarras” na instalação, com isto as imagens têm uma qualidade superior que podem fazer a diferença na hora de uma investigação de crime, já que a qualidade está dentro do esperado por quem faz o acesso e consegue identificar com nitidez. Os pixels das imagens, o Picture Element, elemento da imagem, os pontos que compõe uma imagem, hoje nos fornecem qualidade impar nos monitores, tanto na resolução da cena, como quando nós aplicamos o zoom nas imagens e mantém a qualidade sem alteração ou deformidade, comum nas imagens quando estão sobre o efeito do zoom ótico.

Nosso parque industrial de tecnologia aplicado a segurança tem buscado a cada lançamento de CFTV um diferencial nas câmeras com recursos que podem ser realmente uma solução que irá mudar a maneira de ver as imagens de crimes no seu CFTV, com estas inovações as facilidades dos bandidos em cometer crimes e não serem identificado está acabando com novos recursos tecnológicos no momento de identificar a pessoa criminosa. Uma margem de erro que não passa de 0,001%, isto nos dá confiabilidade na análise forense, podendo garantir também que as imagens não foram editadas e mantém a qualidade original. Os recursos nas câmeras através dos softwares existentes, aliadas as tecnologias embarcadas nas câmeras de segurança agora está cada vez melhor  e estão mudando os meios pelo qual nós podemos confiar em imagens de segurança arquivadas nos sistema de gerenciamento de imagens, a inovação que tem agitado o mercado são as imagens em 4k e 8k ou também conhecidas como gigapixel ou UltraHD, que aliando características do monitor e das câmeras, estão fazendo uma grande diferença na hora de monitorar imagens de segurança e principalmente enquanto aplicamos o zoom na câmera, algo superior a tudo o que já vimos em termos de qualidade de imagens, realmente nos surpreende em todos os aspectos, pois não tínhamos tanta qualidade em uma imagem, isto nos satisfaz como profissional de segurança em relação a tudo que está sendo apresentado no monitor e a facilidade na hora de manusear as imagens e buscar evidencias de crimes ocorridos, seja em ambiente interno ou externo, com muita ou pouca iluminação, com muita movimentação de pessoas e locais críticos.

Consulte sempre um especialista em tecnologia e não fique com o mico ao invés de CFTV!

Prof. Celso Calazans

Fazendo segurança com inteligência

www.calazanstreinamento.blogspot.com.br