As tendências tecnológicas para 2016: realidade virtual, fim das senhas e automação - NetSeg

As tendências tecnológicas para 2016: realidade virtual, fim das senhas e automação

Automação | 2016-01-11

O ano promete grandes avanços em inovações que já vinham tomando forma há alguns anos. Também será o momento da popularização de tecnologias aguardadas, como a realidade virtual e a automação. Talvez não seja ainda o ano de ver carros que se dirigem sozinhos nas ruas, mas já teremos um avanço considerável. Abaixo, as nossas apostas.

SMARTPHONES MAIS BARATOS

Esta aqui é até arriscada, dada a previsão nada animadora para a economia brasileira (aumento da inflação, fim dos incentivos fiscais, etc). No entanto, a forte competição na área de smartphones fará com que os preços sigam caindo. Apesar da briga pelo domínio dos celulares topo de linha hoje dominada por Apple e Samsung, outras marcas correm por fora em busca de mercado. E com bons aparelhos. É o caso da Asus e sua linha Zenfone, LG e Xiaomi. Cada vez mais é possível comprar um produto com boas configurações e preço acessível (ainda que não exatamente baratos).

REALIDADE VIRTUAL

Este será o ano em que veremos a realidade virtual ainda mais próxima. Apesar da tecnologia já estar entre nós há anos, será em 2016 que os óculos PlayStation VR, OculusRift e Samsung Gear serão popularizados. Sony e Facebook (que comprou o Oculus por US$ 2 bi em 2014) são as empresas que mais apostam nesta tendência, então o marketing será pesado na divulgação desses produtos.

COISAS CADA VEZ MAIS AUTÔNOMAS

Pegando carona na tendência do ano passado das casas inteligentes, a automatização chegará aos eletrodomésticos e e veículos em 2016. Cientistas ouvidos pela SureBridge acreditam que esta área terá um significativo crescimento neste ano, ainda que não seja o momento de sua popularização. Portas que se fecham sozinhas e outros itens de segurança ficarão mais baratos. Também veremos, finalmente, os carros autônomos nas ruas.

IMPRESSÃO 3D

Por mais um ano, a impressão 3D segue como uma tendência. Em 2016 os aparelhos para impressão caseira ficarão mais baratos. Aqui no Recife teremos a abertura de um grande laboratório de aplicações no Parque Santana (o reformulado Fab Lab). No exterior empresas como Tesla estão usando a técnica para fabricar equipamentos e a SpaceX imprime partes de aeronave com a tecnologia.

FIM DAS SENHAS
Nada de decorar dezenas de senhas de diversos sites e plataformas. Empresas como o Google estudam outras formas de autenticação mais práticas e seguras. Iremos acessar nosso e-mail através de uma confirmação no smartphone. Nos bancos é cada vez mais comum o uso da biometria para acessar as contas. Em breve teremos leitores de retina e biométricos mais baratos.

INFORMAÇÃO SOBRE TUDO
Segundo previsões do Gartner, todos os equipamentos que usamos servirão para gerar dados. Até 2020, diz o instituto, 25 bilhões de dispositivos produzirão informação sobre quase todos os assuntos disponíveis. Isso será essencial para o desenvolvimento de tecnologias com base nesses dados. Por outro lado, as preocupações com a privacidade do cidadão deverão ser redobradas.

TRÂNSITO MAIS INTELIGENTE

Em 2016 usaremos como nunca aplicações e serviços online para melhorar nossa experiência no trânsito. Enquanto o Governo do Estado não desenvolve um sistema eficaz para checar horários de linhas de ônibus, os usuários utilizam bons apps como Moovit e Cittamobi. Nos carros, motoristas já possuem como hábito o uso de aplicativos como Waze e Google Maps para se locomoverem.